• denuncias
  • peticionamento
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • Não categorizado
  • MPT-MA destina R$ 8,7 milhões em equipamentos ao Hospital do Câncer Aldenora Bello
  • estagio
  • PROTOCOLO ADMINISTRATIVO
  • AREAFIM
  • Banner Denúncia
  • MPT-MA convoca aprovados no Seletivo de Estágio
  • Clique na imagem para fazer o cadastro. É rápido e fácil.
  • Petições jurídicas devem ser feitas no sistema próprio. Acesse aqui.
  • Saiba como fazer sua denúncia ao MPT-MA

MPT-MA destina R$ 8,7 milhões em equipamentos ao Hospital do Câncer Aldenora Bello

A Fundação Antonio Jorge Dino, mantenedora do Hospital do Câncer Aldenora Bello, irá receber um acelerador linear e um aparelho de ressonância magnética graças à uma destinação do Ministério Público do Trabalho no Maranhão (MPT-MA). Os dois equipamentos estão avaliados em mais de R$ 8,7 milhões e devem contribuir para reduzir a fila de pacientes que estão à espera de uma cirurgia oncológica no estado.

A doação é fruto de um acordo celebrado entre o MPT-MA e a mineradora Vale, após o ajuizamento de uma ação civil pública pela procuradora Anya Gadelha Diógenes na justiça trabalhista por conta de irregularidades no meio ambiente de trabalho, que ocasionaram na morte de trabalhadores.

O acordo foi homologado pelo desembargador do Tribunal Regional do Trabalho (TRT-MA) Gerson de Oliveira Filho, pelo procurador Regional do Trabalho, Roberto Magno Peixoto Moreira, e por representantes da Vale e do hospital Aldenora Bello.

A presidente e o vice-presidente da Fundação, Enide Jorge Dino e Antonio Dino Tavares, estiveram na sede do MPT-MA, em São Luís, para agradecer o apoio da instituição ao tratamento de câncer. Eles foram recebidos pelo procurador-chefe Marcos Rosa e pela autora da ação, procuradora Anya Gadelha Diógenes.

 

Procuradores recebem visita de representantes da Fundação
Procuradores recebem visita de representantes da Fundação

Para a presidente da Fundação Antonio Jorge Dino, Enide Moreira Lima Dino, os novos equipamentos irão facilitar o tratamento dos doentes. Segundo ela, o hospital possui uma fila com 900 pacientes à espera de cirurgia oncológica.

De acordo com o vice-presidente da Fundação, Antonio Dino Tavares, a média de tempo na fila é de um ano. No entanto, essa realidade vai mudar. “Esses equipamentos irão nos possibilitar reduzir a fila para 60 ou 90 dias. Eles são um dos mais modernos e poucos estados do Nordeste possuem essa tecnologia”, lembra.

A expectativa é que até fevereiro de 2018 os dois equipamentos estejam instalados no Hospital Aldenora Bello.

No acordo judicial, além de pagar pela aquisição dos equipamentos, a Vale ainda se comprometeu a cumprir obrigações de fazer e de não fazer referentes às normas de segurança, saúde e ambiente de trabalho, que terão forte impacto para a garantia da integridade física e mental de seus empregados e prestadores de serviço, além de evitar novas mortes.

Esta é considerada a maior destinação da história do MPT no Maranhão.

Imprimir

  • banner pcdlegal
  • banner abnt
  • banner corrupcao
  • banner mptambiental
  • banner transparencia
  • banner radio
  • banner trabalholegal
  • audin MPU
  • Portal de Direitos Coletivos