• denuncias
  • peticionamento
  • protocolo
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • lgpd
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • Notícias
  • Procurador-chefe do MPT-MA Maurício Pessoa Lima participa de Seminário Interinstitucional sobre Justiça Militar, com objetivo celebrar o primeiro ano de funcionamento da Procuradoria de Justiça Militar no Estado do Maranhão
  • Planto 2024
  • Estagio site 2023
  • nota ptm copiar 2-1 1
  • Minha publicação
  • Banner Denúncia
  • AREAFIM
  • PROTOCOLO ADMINISTRATIVO
  • MPT-MA publica escala de plantão de 2024
  • Acompanhe informações do Seletivo de Estágio 2023
  • Acesse o edital para efetuar o cadastro da entidade ou instituição.
  • Saiba como fazer sua denúncia ao MPT-MA
  • Petições jurídicas devem ser feitas no sistema próprio. Acesse aqui.
  • Clique na imagem para fazer o cadastro. É rápido e fácil.

Procurador-chefe do MPT-MA Maurício Pessoa Lima participa de Seminário Interinstitucional sobre Justiça Militar, com objetivo celebrar o primeiro ano de funcionamento da Procuradoria de Justiça Militar no Estado do Maranhão

O Procurador-chefe do MPT-MA Maurício Pessoa Lima participou nesta quinta-feira, 9/4, do “Seminário Interinstitucional: a importância do sistema de Justiça Militar para o fortalecimento da democracia”. Organizado pelo Ministério Público do Maranhão, em parceria com a Associação Nacional do Ministério Público Militar e a Escola Superior do Ministério Público da União.

A programação iniciou com a mesa solene de abertura, com a presença dos Coordenadores e Autoridades convidadas, e seguida de seis conferências temáticas, a saber: O Funcionamento do Ministério Público Militar; O funcionamento das Autorias Militares: Estadual e da União; Assédio Moral e Sexual no Âmbito Militar; Decisão do STF sobre a Função das Forças Armadas no Desenho Constitucional Brasileiro; A Lei Orgânica das Polícias Militares; e O Comando Militar do Norte e a Missão de Garantia das Votações e Apurações.  

Abrindo o seminário, o procurador-geral de Justiça Eduardo Nicolau saudou a iniciativa do evento: “eu fico muito feliz de estar recebendo este seminário. Nós temos que fazer esta cooperação sempre. Todo o Ministério Público unido para que possamos, cada vez mais, melhorar a vida do cidadão brasileiro. Esta é a nossa função. Está na Constituição Federal. Nós temos que acolher e trabalhar pela sociedade. Só vamos ser reconhecidos, se nós trabalharmos”, afirmou o procurador-geral.

O Procurador-chefe do MPT-MA, Maurício Lima, coordenou a conferência “Assédio Moral e Sexual no âmbito militar”, que contou como conferencista a Professora Universitária Edith Ramos e o Juiz Federal Rafael Lima da Costa.

Na oportunidade o procurador do Trabalho do Maranhão declarou que o assédio moral e sexual na sociedade sempre tem suscitado inquietações. “Sabemos que na essência das instituições militares está na hierarquia e disciplina, e a questão do assédio moral e sexual nas instituições militares recebe outras conotações e merecem um olhar mais apurado. É preciso estabelecer um limite entre o exercício da hierarquia e a configuração de situações de assédio” afirmou Maurício Lima.

O seminário foi voltado às autoridades e servidores do Ministério Público, integrantes das Forças Armadas, Policiais Militares, Bombeiros, além de profissionais e acadêmicos de Direito. O evento também teve como objetivo celebrar o primeiro ano de funcionamento da Procuradoria de Justiça Militar no Estado do Maranhão.

Procurador-chefe do Ministério Público Militar em São Luís (MPM), Alexandre Reis de Carvalho, compôs a mesa de abertura, e falou sobre o funcionamento do Ministério Público Militar, “o objetivo do seminário foi sensibilizar parceiros e amigos sobre o funcionamento do MPM, que é responsável por fiscalizar e apurar a ordem militar, além de integrar o Ministério Público da União. O MP em geral é essencial e está apto a acolher a sociedade, não importa qual seja o problema ou o tema, todas as temáticas precisam do acolhimento do Ministério Público”, enfatizou o procurador Alexandre.

Compôs a mesa de abertura o procurador-geral de justiça Eduardo Nicolau; o procurador de justiça militar da União Alexandre Reis de Carvalho; a corregedora-geral do MPMA Themis Maria Pacheco de Carvalho; o procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho no Maranhão Maurício Pessoa Lima; o defensor público estadual Alex Pacheco; o comandante da 22ª Brigada de Infantaria de Selva Roberto Furtado Batista; o capitão dos Portos do Maranhão Alessandro Domingos Gurski; o comandante do 24º Batalhão de Infantaria de Selva Bruno Peixoto; o diretor da escola Caminho das Estrelas da Força Aérea Brasileira Fernando Curvo; e o ouvidor agrário da Polícia Militar do Maranhão Reinaldo Abreu Júnior.

Segue o link com as fotos do Seminário, AQUI.

 

 

Imprimir

  • banner pcdlegal
  • banner abnt
  • banner corrupcao
  • banner mptambiental
  • banner transparencia
  • banner radio
  • banner trabalholegal
  • audin MPU
  • Portal de Direitos Coletivos