• denuncias
  • peticionamento
  • protocolo
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • lgpd
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • Notícias
  • Procurador do Trabalho Rafael Mondego concedeu entrevista à TV UFMA
  • Planto 2024
  • Estagio site 2023
  • nota ptm copiar 2-1 1
  • Minha publicação
  • Banner Denúncia
  • AREAFIM
  • PROTOCOLO ADMINISTRATIVO
  • MPT-MA publica escala de plantão de 2024
  • Acompanhe informações do Seletivo de Estágio 2023
  • Acesse o edital para efetuar o cadastro da entidade ou instituição.
  • Saiba como fazer sua denúncia ao MPT-MA
  • Petições jurídicas devem ser feitas no sistema próprio. Acesse aqui.
  • Clique na imagem para fazer o cadastro. É rápido e fácil.

Procurador do Trabalho Rafael Mondego concedeu entrevista à TV UFMA

Em entrevista à repórter Luciana Rodrigues, o procurador do MPT-MA Rafael Mondego falou sobre a “lista suja do trabalho escravo”. A emissora da Universidade Federal do Maranhão fez uma matéria especial sobre o documento divulgado pelo MTE. A matéria foi ao ar no JM TV UFMA, na última quinta-feira (12/4), no canal 16.1.

A “lista suja” divulgada pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) apresenta nomes de empregadores que submeteram trabalhadores a condições análogas à escravidão e foi atualizada no último dia 5 de abril, contendo 248 novas pessoas físicas e jurídicas. “O Ministério do Trabalho e Emprego é um órgão do poder executivo, um órgão que se direciona à fiscalização das condições de trabalho e aplicações de sanções administrativas e o Ministério Público do Trabalho é um órgão investigador, um órgão promotor de responsabilização civil. Nós somos promotores de direitos humanos na seara trabalhista”, explicou o procurador Rafael.

A divulgação da lista suja tem como objetivo garantir o direito da sociedade à transparência sobre Trabalho Escravo Contemporâneo no Brasil, fornecendo informações sobre os flagrantes de exploração de trabalhadores em condições análogas à escravidão. Confira a lista das cidades maranhenses que tem pessoas registradas na “lista suja”:

Açailândia
Aldeias Altas
Amarante do Maranhão
Arame
Balsas
Barra do Corda
Bom Jesus das Selvas
Caxias
Cidelândia
Codó
Imperatriz
Itinga
Mirador
Montes Altos
Riachão
Ribamar Fiquene
São Félix de Balsas
São João do Paraíso
São João do Sóter
São Luís
Sítio Novo
Sucupira do Norte

Para conferir a matéria completa clique AQUI!

 

 

Imprimir

  • banner pcdlegal
  • banner abnt
  • banner corrupcao
  • banner mptambiental
  • banner transparencia
  • banner radio
  • banner trabalholegal
  • audin MPU
  • Portal de Direitos Coletivos